Metallica e o Black Album!

by

 

 

     Em épocas nas quais os jornais, revistas e a MTV só falavam em Guns n’ Roses e Nirvana, o Metallica nos apresenta esta obra-prima, indiscutivelmente o melhor álbum da banda e um dos melhores do Metal já produzidos. A qualidade deste álbum, popularmente conhecido como Black Álbum, é absolutamente incrível, composto em tons de perfeição do início ao fim.

     É verdade que alguns fãs da banda dirão que a banda se rendeu à produção de músicas comerciais e outros, me auto-incluindo, com certeza responderão que o quarteto encontrou a medida certa de seu som. O estilo anterior a este trabalho era representado por um metal mais pesado, digno de obras como Master of Puppets (1986) e And Justice for All (1988). Dessa forma, este álbum representa o divisor de águas entre o estilo underground do metal da banda, por muitos chamado de trash metal ou speed metal, e um heavy metal mais audível ao som de quem não curte muito a “metaleira”. Eu gosto de destacar que aqui começa a segunda fase da banda, que ainda passaria, atualmente, para uma terceira, com o disco St. Anger (2003). A alteração do estilo musical se dá muito pela participação de Bob Rock, produtor de bandas como Motley Crue e Bon Jovi.

     James Hetfield talvez nunca tenha cantado tão bem em um álbum e Kirk Hammet, com seus solos brilhantes, dão vida ao novo estilo “Metállico”. Nunca podemos esquecer a qualidade do líder da banda, Lars Ulrich, que sempre contribui com um ritmo alucinante na bateria.

     O resultado, apesar das críticas de banda vendida, foi excelente, sendo o disco mais vendido da banda e chegando ao primeiro lugar das paradas. O sucesso não é em vão. Clássicos imortais do metal estão no rol do disco, tais como Enter Sandman, Sad But True, The Unforgiven, Wherever I May Roam, Nothing Else Matters e Of Wolf and Man. Destaque para a batida de Sad But True, que faz dela um dos sons pesados mais cadenciados e um dos hinos do metal, e o solo da música The God That Failed, que considero um dos mais perfeitos que eu já escutei.

     Na minha opinião todas as músicas fazem parte, na sua medida, de uma seqüência musical perfeita e única na história do Metal.

     Um dos melhores álbuns, não só do Metal, mas, da história da música em geral!

     Avaliação: 10

Ficha Técnica:

Metallica – Metallica (1991)

Integrantes: James Hetfield (vocal e guitarra base), Kirk Hammet (guitarra solo), Jason Newsted (baixo) e Lars Ulrich (bateria).

01 – Enter Sandman
02 – Sad But True
03 – Holier Than Thou
04 – The Unforgiven
05 – Wherever I May Roam
06 – Don’t Tread On Me
07 – Through The Never
08 – Nothing Else Matters
09 – Of Wolf And Man
10 – The God That Failed
11 – My Friend Of Misery
12 – The Struggle Within

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: